Teoria do Caos – por Erica Matos

15/07/2016

13119083_1086396978086616_4010764481146756385_n 1Ás vezes tudo o que a gente quer depois de um dia estressante, é voltar pra casa, tomar um banho e jogar tudo pro alto. Quando se tem tempo de pensar em todas as coisas que a gente viveu durante poucas horas de um dia, a gente se surpreende, e chora. Porque em uma hora, eu diria até talvez em um minuto, todo o curso de uma história pode ser mudado.

Aquele teu colega, que era um amigo de anos, te dá uma resposta meio atravessada em um momento tumultuado e pronto: é o suficiente pra desfazer uma amizade. Aquele ônibus que tu perde e te faz chegar atrasado no trabalho, faz escorrer pelo ralo, todo o bom humor com que decidira começar a semana. Aquela ligação que você não atende, aquele dinheiro que encontra no bolso do casaco.

São tantas as decisões que a gente toma rapidamente e tantas as coisas que acontecem que a gente não exerce total controle, que alteram todo o curso das coisas… como quando decide almoçar em um restaurante diferente e encontra alguém que há muito não via ou, quando você acaba de colocar os pés dentro de casa e desaba o maior temporal do universo… tipo Efeito Borboleta, tipo teoria do Caos.

E é bem assim mesmo, a gente é frágil mas não mede a força que tem. A gente tem o incrível poder de atingir o outro, de interferir no próprio destino, seja isso usado pro bem ou pro mal. A gente escolhe ir pela direita e encontra uma realidade diferente da que existe à esquerda. O tempo inteiro a gente vive das nossas escolhas. O tempo inteiro.

Nunca saberemos o que deixamos pra trás quando escolhemos ir pela direita. Talvez lá no final a gente se encontre, talvez não. O mais precioso é o agora, é como eu escolho agora, é como eu escolho viver cada minuto do meu dia. E tudo é tão rápido…

Nesses dias chuvosos, minha oração é que a gente decida sempre impactar pelo bem, ferir o outro com o bem, com mansidão, com ternura, com gentileza, com bondade, mesmo que no meio do caos, da loucura, a vontade seja chutar o balde. Minha oração é que a gente construa o nosso destino com base no amor, na pureza, naquilo que é genuíno. Que a gente saiba administrar o tempo, e viva além do medo, da dor. Que a gente perdoe sempre e ame de corpo, alma e espírito. Minha oração é que toda a luz do Criador, entre pelos nossos olhos e atinja todo o nosso interior, pra que possamos estar alinhados com a Sua vontade. Hoje e sempre, amém.

“O bater das asas de uma borboleta pode causar um tufão do outro lado do mundo”.

Em seu coração o homem planeja o seu caminho, mas o Senhor determina os seus passos. – Provérbios 16:9 Por Erica Matos, membra IBFO, Guia de Turismo, Autora do Livro e do Blog Intenso Presente.

Por Erica Matos, membra da IBFO, Guia de Turismo, autora do livro “Intenso Presente”, filha de Deus.

     Email: secretariaibfosorio@gmail.com