Supermercado e peixaria são interditados no Litoral Norte

Sem-Título-1Durante a fiscalização do Programa Segurança Alimentar no Litoral Norte nesta terça-feira, 23, 115kg de carne e 51kg de frios fracionados irregularmente encontrados no Supermercado Asun de Imbé foram apreendidos. Já no Asun de Mariluz, 150kg de carnes e pães foram apreendidos por problemas de temperatura.

O Supermercado Paraguassu, de Mariluz, e a Peixaria Laureano, de Tramandaí, foram interditados pela Vigilância Sanitária. No primeiro local, foram encontrados 500kg de carnes e produtos de padaria vencidos, sem procedência e acondicionados em temperatura fora do especificado. Na Peixaria, a interdição foi ocasionada por problemas de higiene, temperatura inadequada e produtos sem procedência. No Açougue Alexmar, em Tramandaí, 170kg de carnes, pães e temperos não tinham a data de fabricação exposta.

Por fim, a equipe abordou, na beira mar de Tramandaí, veículo particular da Casa dos Sonhos no qual 69 sonhos e sete pães foram inutilizados pela falta de procedência e por temperatura inadequada.

Conforme o Coordenador do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado – Segurança Alimentar – Alcindo Luz Bastos da Silva Filho, que trabalhos nas fiscalizações, a maior parte dos produtos impróprios ao consumo humano foi encaminhada para consumo animal e o restante inutilizado. Segundo tem afirmado reiteradamente o Promotor Alcindo, “o problema dos produtos sem procedência estarem à venda é que não há garantia para o consumidor de quem é o efetivo fornecedor do alimento e também não há segurança quanto aos prazos de validade. Se o fornecedor é clandestino, não há de quem cobrar o prejuízo”, explica.

Participaram da ação integrantes do MP, Vigilância Sanitária Estadual, Secretaria Estadual da Agricultura e Patrulha Ambiental da Brigada Militar.

Sem-Título-1

MP RS