Sim, os jovens estão chegando! – Por Dom Jaime Pedro Kohl

25/07/2016

IMG_1180-195x300111111111Precisamos escutar os acontecimentos. O setor juventude de nossa diocese programou para esta semana de 18 a 24 uma semana missionária a realizar-se em Capão da Canoa e Xangri-Lá. O projeto prevê a participação de ao menos dois jovens por paróquia. Estamos contando com a adesão de um bom grupo.

Na semana que vem, de 25 a 31, em Cracóvia, Polônia acontecerá a 31ª Jornada Mundial da Juventude (JMJ), feliz iniciativa do papa João Paulo II, que continua e reúne jovens do mundo inteiro, para refletir, rezar e celebrar com o Sumo Pontífice.

Ainda estão vivas em nós as lembranças e as marcas positivas deixadas na Igreja e na sociedade brasileira pela Jornada realizada no Rio de Janeiro. Gestos e palavras que edificaram a muitos. Os jovens estão acordando e corajosamente enfrentam todo tipo de dificuldade para poder participar.

Que bom ver nossos jovens se mobilizando, saindo da zona de conforto, indo ao encontro dos outros, visitando pessoas e instituições que prestam serviço voluntário aos irmãos e irmãs mais fragilizados e necessitados. Esse contato com realidades gritantes visam provocar compromisso cristão e transformação social.

Essa experiência de visitação é precedida e acompanhada com momentos fortes de convivência, reflexão e oração pessoal e comunitária. Não é uma visita aleatória, mas preparada e realizada na fé e confiança em Deus. Os jovens são enviados em pequenos grupos com espírito evangélico, como discípulos missionários para anunciar uma Boa Notícia.

Como ensina Aparecida: “Conhecer a Jesus é o melhor presente que qualquer pessoa pode receber; tê-lo encontrado foi o melhor que ocorreu em nossas vidas, e fazê-lo conhecido com nossa palavra e obras é nossa alegria”. O sentimento que animará nossos jovens é a alegria. Uma alegria que brota do coração de quem se descobriu muito amado e querido por Deus.

Os desafios e as dificuldades de uma Igreja em missão são muitas. Os jovens perceberão e se deparar com algumas. Contudo, a consciência e a certeza que o próprio Cristo vai a sua frente, que a missão é de Deus e que o Espírito Santo conduz e ilumina os enviados faz com que a experiência seja rica e fecunda.

Não é que nossos jovens com essa iniciativa vão converter as cidades de Capão e Xangri-Lá, mas vão dar-se conta que precisam converter-se e que o caminho a percorrer é longo.

Coragem, jovens! Sigam, sem medo! Ele caminha com vocês!

Sim, os jovens estão chegando, não estão vendo?!

Dom Jaime Pedro Kohl – Bispo de Osóriodomjaimep@terra.com.br