Recebe o Espírito Santo – Por Dom Jaime Pedro Kohl

20/06/2015

IMG_1180-195x300111No sábado e domingo (13 e 14) tenho crismado quase duzentos jovens e adolescentes da Paróquia Nossa Senhora da Conceição, em Osório. Depois de quatro anos de preparação, se apresentaram, acompanhados de seus padrinhos, diante da comunidade, para confirmarem sua fé batismal.

O rito do sacramento da Crisma é muito simples. Depois da profissão de fé dos crismandos, dois gestos simbólicos de conotação bíblica são realizados pelo bispo: a imposição das mãos com a invocação do Espírito Santo e a unção do Crisma.

Com esses dois sinais visíveis e as palavras que os acompanha, o Espírito Santo imprime no coração do crismando o seu selo, o caráter sacramental. A pessoa fica impregnada da graça santificante específica deste sacramento, dá-se uma comunhão espiritual entre a pessoa e Deus que ninguém pode romper. Uma verdadeira aliança do mais puro amor.

Na Imposição das mãos, o bispo se dirige a Deus implorando, que assim como os fez renascer pela água, libertando-os do pecado, agora, envie o Espírito Santo com os seus sete dons.

Depois, cada jovem apresenta-se pessoalmente diante do bispo, manifestando sua disposição e desejo de assumir definitivamente o caminho do seguimento de Jesus.

Para mim, a quem cabeministrar esse sacramento,o momento é mágico. Me parece que,também o crismando, quando bem preparado, possa dizer a mesma coisa.

Olho no olho, desejando realizar o que a Igreja acredita que acontece neste momento, ungindo a testa com o óleo perfumado e seupoder santificador, dizendo a cada um: “RECEBE, POR ESTE SINAL, O ESPÍRITO SANTO, DOM DE DEUS” sinto que o milagre de Pentecostes se repete aqui e agora.

Depois completo com o melhor dos augúrios: “A paz esteja contigo”. Como dizer: pode contar com a amizade e a presença de Deus em tua vida.

O crismado, penetrado pelo Espírito, constituído discípulo missionário é convidado a deixar-se conduzir pelo Espírito de amor que foi nele derramado com seus sete dons, ou seja com a plenitude do Espírito Santo.

Que alegria e satisfação poder dizer a cada um: “Recebe o Espírito Santo, dom de Deus”!

Maior alegria ainda é saber que a oferta se torna realidade. O jovem que passa diante de mim, mesmo que aparente não se veja nada de diferente, está sendo habitado pelo Espírito Santo de Deus.

A melhor de todas as sementes foi plantada no coração bom e sensível do jovem. Os frutos vão depender do “Amém” a ser renovado cada dia pelos agraciados com o dom de Deus.

Dom Jaime Pedro Kohl – Bispo de Osóriodomjaimep@terra.com.br