Próximos meses serão de dias mais secos e menos úmidos no Rio Grande do Sul

30/11/2016

md_2016113011071816111505_18086_gdO prognóstico climático desenvolvido pelo Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) em parceria com a Universidade Federal de Pelotas (UFPel) mostra uma redução de umidade e dias mais secos para o próximo trimestre, no Rio Grande do Sul. Indicadores como a lenta evolução das anomalias negativas da Temperatura da Superfície do Mar (TSM) no Pacifico Equatorial Central colaboram para este cenário.

O estudo também indica a diminuição das chuvas para praticamente todo o estado em dezembro, janeiro e fevereiro. O predomínio de massas com menor umidade e dias menos chuvosos vão contribuir para o aumento da amplitude térmica diária e no aumento da evaporação destes períodos.

A previsão ainda destaca que os meses de dezembro e fevereiro serão mais frios que o normal, em praticamente todas as áreas do Rio Grande do Sul. Em janeiro deverão predominar temperaturas mais altas que o padrão, especialmente na Região Oeste do estado.

Vale ressaltar que o prognóstico é baseado no comportamento climático observado nos últimos meses, em Modelos Estatísticos de Previsão Climática desenvolvidos para o Rio Grande do Sul e dados obtidos junto ao INMET e NOAA.

Confira AQUI o documento completo.