Marinha do Brasil mobiliza militares para combate ao Mosquito Aedes Aegypti no Litoral Norte Gaúcho

17/02/2016

Ações_Aedes_Aegypti_AgTramandai_13FEV2016 (2)Tendo em vista o agravamento das epidemias causadas pelo mosquito Aedes aegypti, transmissor das doenças Dengue, Chikungunya e Zika, com sérias consequências à população brasileira, as Forças Armadas foram convocadas para empregarem a sua capacidade de trabalho, somando esforços com a sociedade no combate à proliferação do mosquito Aedes aegypti.

Desde o dia 13 de fevereiro militares das Forças Armadas participam da segunda fase da campanha nacional para o enfrentamento ao mosquito Aedes Aegypt, responsável pela transmissão da dengue, chinkungunya e zika vírus.

A Marinha, representada pela Agência da Capitania dos Portos em Tramandaí, o Exército e agentes de saúde uniram forças no enfrentamento à proliferação do mosquito, que assola todo o país. Até o momento foram visitados cerca de 7.000 domicílios na cidade de Tramandaí, com orientações aos moradores, distribuição de 10.000 panfletos e ações para acabar com os focos do inseto.

Além das visitas domiciliares, marinheiros estão visitando escolas públicas e particulares de várias cidades do litoral norte gaúcho para um trabalho de informação das nossas crianças e jovens que atuarão como multiplicadores das ações no combate ao mosquito da dengue.