Litoral Norte tem oito cidades com maiores percentuais de recursos pagos a perfis suspeitos do Bolsa Família

12/11/2016

fsO Ministério Público Federal (MPF) expediu recomendações a 4.703 prefeituras para que realizem visitas domiciliares a mais de 870 mil beneficiários do programa Bolsa Família suspeitos de não cumprir os requisitos econômicos estabelecidos pelo governo federal para recebimento do benefício.

Segundo o Raio-X Bolsa Família, projeto de iniciativa do MPF, de 2013 a maio de 2016, os pagamentos a perfis suspeitos de irregularidades totalizam mais de R$ 3,3 bilhões. O Raio-X Bolsa Família é uma ação nacional coordenada pelas Câmaras Criminal e de Combate à Corrupção do MPF.

De acordo com o levantamento, o Litoral Norte possui oito municípios entre os 20 do estado, com maiores percentuais de recursos pagos a perfis suspeitos. São Eles: Imbé, Balneário Pinhal, Arroio do Sal, Cidreira, Tramandaí, Capão da Canoa, Itati e Terra de Areia.

O diagnóstico sobre o maior programa de transferência de renda do governo federal, assim como as ações propostas e os resultados alcançados estão disponíveis no site www.raioxbolsafamilia.mpf.mp.br, divulgado nesta sexta-feira, 11 de novembro. Nele, o cidadão poderá acessar a versão interativa* da ferramenta de inteligência desenvolvida pelo MPF e filtrar os dados selecionando a(s) unidade(s) da federação e município(s) que desejar.

sem-titulo