Lançado projeto que irá ajudar na resolução de conflitos familiares em Capão da Canoa

01/09/2015

imagem.phpNa última sexta-feira (28/8) aconteceu a solenidade de lançamento do projeto Justiça sistêmica: Resolução de conflitos à luz das constelações familiares, no Foro de Capão da Canoa.

Na ocasião, foram trabalhados conflitos nas mais diversas áreas, inclusive empresarial, sob a condução dos terapeutas Bauer Orcina Rodrigues, Cândice Schmidt e Cristiane Pan Nys. O grupo foi divido em duas turmas, que acompanharam as Palestras Vivenciais com o tema Um novo olhar do Judiciário sobre as dinâmicas familiares e a resolução de conflitos. O projeto se estendeu até às 18 horas, com participação de pelo menos 100 participantes da comunidade.

De acordo com a Juíza de Direito da área cível e da Infância e da Juventude e organizadora do evento, Lizandra dos Passos, o programa tem como intuito ajudar a sociedade a solucionar os conflitos que têm origem familiar por meio da técnica terapêutica das constelações familiares.

Trazer a técnica das Constelações familiares para dentro do Judiciário tem um significado especial para mim. Primeiro porque é a concretização de uma concepção moderna e humanista do Judiciário. Segundo porque essa ferramenta tem um potencial fantástico para ajudar na resolução de conflitos, declarou a magistrada. Afora isso, a satisfação de ver tantas pessoas sendo beneficiadas nos mais diversos setores de suas vidas realmente acaba tocando aqueles que estão envolvidos com a proposta. E é impressionante ver o envolvimento de todos com o Projeto. Sou muito grata por todo o apoio recebido dos colegas, servidores e estagiários do Judiciário, voluntários, em especial da equipe de consteladores, assim como dos parceiros do Projeto e da comunidade caponense, que, com certeza, será a maior beneficiada.

Presenças

O evento contou com a participação das Juízas Amita Antônia Leão Barcellos Miletto, Diretora do Foro, Lizandra dos Passos e Vivian Feliciano, assim como de representantes do Ministério Público, Mateus Stoquetti de Abreu; da Defensoria Pública; Sandro Silva; da OAB, Elisaldo Brehem; da Câmara Municipal de Capão da Canoa, Luciano Fores; do Comandante da Brigada Militar do município, Almiro Damásio Filho, dentre outras autoridades.

Camille Almeida