Graxaim-do-mato é escolhido mascote da Rota do Sol

02/10/2015
Graxaim-do-mato venceu eleição com 37,82% dos votos - Foto: Divulgação Daer

Graxaim-do-mato venceu eleição com 37,82% dos votos – Foto: Divulgação Daer

A Rota do Sol já tem uma mascote para auxiliar na divulgação das ações de preservação ambiental e de prevenção de acidentes na rodovia. O graxaim-do-mato foi o escolhido pelo voto popular, numa campanha do Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer) que envolveu, principalmente, a comunidade do entorno da Rota, no trecho RSC-453/ERS-486.

O graxaim venceu a eleição com 37,82% dos votos. No total, 2,3 mil pessoas participaram da eleição entre os dias 31 de maio e 30 de setembro. A urna passou por 17 locais públicos – como escolas e prefeituras – nos municípios de São Francisco de Paula, Itati, Três Forquilhas e Porto Alegre. Os eleitores manifestaram a preferência entre quatro animais silvestres que vivem nas áreas de preservação às margens da Rota do Sol. Além do graxaim-do-mato, também concorreram o gato-do-mato pequeno, o gambá-de-orelha-branca e o preá. “Queremos sensibilizar os usuários desse trecho rodoviário para que dirijam com cuidado, pois muitos animais são frequentemente atropelados ao tentar cruzar a pista”, explica o diretor-geral do Daer, Ricardo Nuñez.

A mascote passa a integrar o Programa de Comunicação Social da Rota do Sol. O conjunto de ações é uma exigência do Ibama para o licenciamento ambiental da rodovia, no trecho entre Tainhas e Terra de Areia. A proposta do Daer é orientar os usuários a adotar os cuidados necessários para a preservação do meio ambiente. O Programa já possui um logotipo oficial e material informativo para distribuição aos usuários – orientando-os a reduzir a velocidade em trechos com intensa travessia de animais, não jogar lixo às margens da estrada e não arrancar plantas. “A segurança, nesse caso, assume um sentido mais amplo, pois temos que ter a consciência não apenas de evitar acidentes de trânsito, como também de respeitar a fauna e a flora que lá se estabeleceu muito antes da construção desse trecho rodoviário”, completa Nuñez.

As próximas ações do Programa de Comunicação da Rota do Sol incluem a confecção de cartilhas e outdoors, a instalação de painéis na rodovia, uma exposição itinerante e divulgação nas escolas.

A mascote

O graxaim-do-mato (Cerdocyon thous) é o canídeo silvestre mais comum do Rio Grande do Sul. Além dos campos úmidos do Sul do Brasil, também é encontrado no Paraguai, no Norte da Argentina e no Uruguai. É um mamífero carnívoro, que chega a medir até 1 metro de comprimento. Possui pelagem cinza amarelada, com a cabeça marrom, orelhas grandes e focinho fino. De hábitos noturnos, é visto geralmente solitário – exceto na época de reprodução, quando aparece aos pares. Ao ser ameaçado, busca refúgio em tocas de tatu e troncos ocos de árvores. É normalmente confundido com a raposa, da qual é parente próximo, mas que possui habitat fora da América do Sul.

Júlio Cunha Neto