Feliz Ano Novo com Maria – Dom Jaime Pedro Kohl

29/12/2016

domO tempo de veraneio para a Diocese de Osório é um tempo especial, um misto de festa e trabalho, de partilha e acolhida, de dar e receber. Sentimo-nos honrados e felizes com a presença de tantos irmãos e irmãs que vem para descansar em nossas praias mansas e ensolaradas, banhados em águas salutares e acariciados pela brisa suave que sopra dos confins do mar.

            É bonito iniciar o Novo Ano com a Solenidade da Mãe de Deus. Um ano dedicado à Maria há de ser ainda mais especial. Desde abril de 2016 e segue em 2017, a Imagem da Mãe Aparecida, por ocasião da celebração dos 300 anos do seu encontro pelos pescadores no Rio Parnaíba, também está nos visitando, qual Estrela do Mar a quem nos confiamos para que a todos proteja e possamos voltar revitalizados para encarar os desafios e lutas do Novo Ano.

Nossos olhos e ouvidos, nossa mente e coração ainda estão ecoando as belas imagens e mensagens natalinas, onde a Virgem Maria, protagonista importante do presépio que contemplamos, pelo seu singular papel na história da salvação, a sabemos escolhida pelo próprio Deus, para gerar o Filho Unigênito.

            O Onipotente e Bom Senhor apresentou-se em vestes de uma frágil criança, quase insignificante, para significar a vida de muitos e a salvação de todos.

            As mães sempre têm coisas interessantes a ensinar aos seus. Se prestarmos atenção, aquela que gerou e educou o Filho de Deus, tem coisas importantes a nos comunicar. Nossa imaginação nos ajuda a pensar quanto tem sido linda e edificante a presença de Maria na vida de Jesus e a presença de Jesus na vida de Maria. Deve ter sido uma simbiose total, um espetáculo inenarrável ao contemplativo e silencioso José. Ela nos ensina a guardar as coisas que via e ouvia do seu filho Jesus e sobre Ele, meditando-as no seu coração.

            Segundo Dom Leomar: “Na relação com Deus Pai, ela é a filha, com Deus filho, ela é a mãe e, com o Espírito Santo, ela é a esposa. No mistério da disponibilidade dessa mais excelsa criatura da terra, repousa a esperança de uma humanidade reconciliada com a Trindade. Com os cuidados de Maria, Deus Filho se fez carne e cresceu em idade, sabedoria e graça”.

            Nesse Ano Mariano, com Maria peregrinando entre nós ou nós indo até sua casa, no Santuário das Lagrimas, na Gruta de Nossa Senhora de Lourdes ou no Santuário de Aparecida, temos certeza que os laços que nos unem a Ela e entre nós, desabrocharão em flores e frutos incontáveis de sabedoria e graça.

            Maria, Mãe de Deus, protege os filhos teus!

Dom Jaime Pedro Kohl

Bispo Diocesano