Eleição em Osório ganha corpo e candidatos partem para o ataque

06/09/2016
14184418_10210617704222041_1106905359804229593_n

Condições de ginásio foram alvos de críticas do candidato da oposição, Luciano Silveira

O pleito eleitoral em Osório estava muito calmo, nem parecia que em menos de um mês teríamos uma eleição pela frente, mas as coisas mudaram nas últimas horas.

A situação crítica do Ginásio Municipal Rutílio Kestering, popularmente conhecido como Cirão, foi pauta do candidato da oposição, Luciano Silveira (PMDB), nas redes sociais no dia de ontem.

Com fotos demonstrando a atual situação do local e um vídeo realizado no interior do ginásio que já foi palco de grandes jogos com atletas de renome internacional e hoje está sem condições de uso, Silveira acusou o atual prefeito de não ter coerência com o dinheiro público.

– A pessoa quando administra o município tem que ter um pouco de coração, de valorizar o que é o bem público, um bem da sociedade como o nosso ginásio… Uma pessoa desta não tem coerência com o dinheiro público, nem com o patrimônio público… Se ele trata assim o ginásio de esporte, imagina as contas que nós não temos acesso…, afirmou Silveira.

Candidato da situação atacou opositor levantando o tema da intervenção no hospital

Candidato da situação, Eduardo Abrahão, atacou opositor levantando o tema da intervenção no hospital

Como já era de esperar, o candidato da situação Eduardo Abrahão (PDT), também partiu para o ataque em um vídeo na rede social divulgado hoje, levantando o tema da difícil situação do hospital da cidade, no qual a prefeitura interviu até o final do ano e acusou Silveira de falta de gestão.

– Perguntem pro meu adversário por quê ele não apareceu para ser o presidente do hospital. Perguntem por quê ele não indicou alguém do partido dele para administrar o hospital. Sabem porquê? Porque onde ele trabalhou em Porto Alegre vai fechar por falta de gestão pública…, garantiu Abrahão.

Procurado pelo Litoralmania para falar sobre as críticas ao estado atual do ginásio, o candidato da situação Eduardo Abrahão se defendeu dizendo que em Osório há  outros locais para a pratica do esporte (Vila Olímpica, por exemplo) e devido a outras prioridades (saúde, educação, concurso público), junto a queda de arrecadação do município fizeram com que o “Cirão” não fosse reformado, o que impossibilita a obtenção do PPCI no local – Prevenção de Incêndio,  junto ao Corpo de Bombeiros.

Já Luciano Silveira classificou as declarações de Abrahão como inverdades. De acordo com o candidato, na sua gestão de um ano meio a frente da FDRH (Fundação para o Desenvolvimento de Recursos Humanos), ele fez mais cursos, qualificou mais estagiários e funcionários públicos estadual do que no mesmo período do governo anterior, gastando menos dinheiro. Além disto, mês a mês trabalhou para cobrir despesas deixadas pelo governo Tarso. Finalizou afirmando que seu adversário tenta confundir as pessoas com este tipo de ação e segue prometendo coisas que já foram prometidas na eleição de 2012, que acabou não cumprindo, como por exemplo: um hospital do câncer, um teleférico, 100% de crianças atendidas no turno inverso…

Como vimos, a eleição ganhou corpo e deveremos ter muitos desdobramentos até o dia 02 de outubro.