Dos 83 pontos monitorados pela Fepam, cinco estão impróprios para banho

23/12/2016

upload_20161223104453balneabilidade2__1_-jpgNa primeira semana de monitoramento da qualidade da água feita pelo Projeto Balneabilidade da Fundação Estadual de Proteção Ambiental (Fepam), cinco dos 83 pontos monitorados apresentaram condições impróprias para banho. Três deles estão localizados na Região Hidrográfica do Guaíba. São as praias da Alegria e da Florida, em Guaíba, e a praia Recanto das Mulatas, no município de Barra do Ribeiro.

O Litoral Médio também tem praias impróprias para banho no Camping Municipal, no município de Cristal, e a Praia da Barrinha, em São Lourenço do Sul. Tanto no Litoral Norte e Sul como na Região Hidrográfica do Uruguai todas as praias estão em condições para banho.

Neste verão, nas praias que tiverem guaritas, as informações sobre as condições de banho estarão disponíveis em painéis anexados junto com informações do Corpo de Bombeiros e o horário de atendimento dos salva-vidas. Isso será possível nas praias do Litoral Norte e Sul.

A qualidade da água é monitorada em 43 municípios, dos quais 57 pontos estão na Região Hidrográfica do Litoral (33 no Litoral Norte, 19 no Litoral Médio e cinco no Litoral Sul). Na Região Hidrográfica do Guaíba são monitorados 14 pontos, e, na Região Hidrográfica do Uruguai, são 12. As coletas e análises das águas são feitas pelo laboratório da Fepam nos balneários do Litoral Norte, e pela Corsan nos balneários do Litoral Médio e Sul e nas regiões do Guaíba e do Uruguai.

O Projeto Balneabilidade deste verão terá duração de 15 semanas. O primeiro boletim foi elaborado com base no resultado das informações obtidas em cinco coletas de semanas anteriores. Os resultados serão divulgados sempre às sextas-feiras no site da Fepam. O último relatório será divulgado no dia 3 de março.

Catarina Gomes