Deputado dispara: “O governador Tarso fez algo que se algum prefeito tivesse feito, hoje estaria preso”

02/03/2015
10150580_1570293219881373_4420247658485188198_n

“O governador Tarso fez algo que se algum prefeito tivesse feito, hoje estaria preso por improbidade administrativa.”, disse o deputado Gabriel Souza.

O Deputado Gabriel Souza (PMDB) voltou à tribuna na quinta-feira, 26, para falar sobre a situação do Estado. O parlamentar comentou sobre os números do governo anterior que recebeu em reunião com o Secretário da Fazenda, Giovani Feltes. “O ex-governador Tarso Genro conseguiu aprofundar algo quase impossível de ser aprofundado: a dívida pública do Rio Grande do Sul”.

Segundo o deputado, o Estado teve uma relação dívida x receita de 209%. O limite máximo que a lei de responsabilidade fiscal determina é de 200%, ou seja, o governo anterior conseguiu extrapolar este limite. Souza ainda questionou os motivos de no Rio Grande do Sul não ser preciso cortar gastos supérfluos, já que no Governo Federal o corte de gastos é de 22.7 bilhões de reais e o do Estado de R$ 600 milhões.

“O governador Tarso fez algo que se algum prefeito tivesse feito, hoje estaria preso por improbidade administrativa. O ex-governador contraiu quase 4 bilhões de reais de empréstimos de órgãos internacionais. E quando você pega um empréstimo tem que ter um plano de trabalho a ser cumprido e investimentos a ser feitos. Por isso pergunto: Onde está o dinheiro dos empréstimos internacionais, governador Tarso? Onde estão as obras que o governador assinou as ordens de serviço?”, questionou na tribuna.

Gabriel Souza reforçou que o projeto do governador Sartori é o de colocar a receita dentro da despesa, fazer uma gestão moderna e competente para voltar a fazer investimentos públicos.

Marluci Stein