Definidos os campeões da Copa Rio-Grandense de Surf Amador 2016

20/12/2016
Foto: Luciano Sombrio

Foto: Luciano Sombrio

A decisão da Copa Rio-Grandense de Surf Amador 2016, realizada coma a apresentação Da Terra o South To South, foi marcado pela disputa acirrada em cada uma das ondas. A competição foi realizada neste final de semana (17 e 18/12), na praia dos Molhes em Torres (RS).

O vento deu uma tregua no segundo dia de competição do South To South e propiciou condições melhores para os surfistas em relação ao sábado. As ondas de um metro, com maiores na série, nos Molhes é um dos picos mais tradicionais do Rio Grande do Sul e foi o escolhido para grande decisão da Copa Rio-Grandense de Surf Amador em 2016. Neste ano, foram seis etapas sendo duas contadas como descarte para os atletas.

Resultados do Da Terra South To South – sexta etapa da Liga Rio-Grandense de Surf Amador:

Open – Renan Borba (14,0); Luy Arman (11,75); Pedro Gross (11,50); e Maurício Nunes (10,40).

Iniciantes – Kaique Garcia (8,50 pontos); Yasmin Dias (7,10); Raoni Meurer (6,50); e Quesllon Elz (4,50).

Mirim – Gustavo Borges (16,25); Gabriel Chieli (7,25); Manu Ronnau (4,35); e Willkisson Lopes (3,15).

Sênior – Pedro Gross (12,00); Robson Pinheiro (9,50); Felipe Kita Martins (9,40); e Fernando Alves (8,55).

Master – Fernando Alves (10,75); Mário Abreu (9,50); Mauricio Nunes (7,20); e Alysson Cardoso (6,90).

Feminino – Manu Ronnau (9,50); Yasmin Dias (6,75); Eduarda Giordani (3,10); e Nayalin Feller (2,30).

Longboard – Giordan Elz (7,00); João D`Avila (5,25); Marcio Midon (5,15); e Fabio Machado (4,75).

Júnior – Gustavo Borges (16,00); Luy Arman (10.05); Alessandro Silva (6,15); e Ernani Júnior (5,90).

Grommets – Kaique Garcia (7,20); Gabriel Behm (4,90); Pedro Sturza (4,65); e Victor Midon (3,70).

Petiz – Pedro Galvan e Victor Midon – Esta categoria a Liga premia todos os participantes.

Primeiros colocados do Ranking da Liga Rio-Grandense de Surf Amador 2016:

Master – Campeão é Mauricio Nunes – 8.000 pontos.

Mirim – Campeão é Gustavo Borges – 8.000 pontos.

Sênior – Iuri Silva é campeão com 7.180 pontos.

Iniciantes – kaique Garcia sagrou-se campeão somando 8.000 pontos

Longboard – João D`Avila é o campeão com 7.440 pontos.

Feminino – Campeã é Brenda Rodrigues com 7.720 pontos.

Júnior – Gustavo Borges com 7.340 pontos.

Grommets – Kaique Garcia é campeão com 7.40 pontos.

Open – Luy Arman com 6.900 pontos.

O ranking completo sera divulgado nesta segunda-feira (19/12) no site da Liga Rio-Grandense de Surf (http://lrsurf.com.br/). As baterias completas, com todos os resultados de todas as ondas surfadas no South To South podem ser acessadas no site http://surfpro.com.br/2016/lrs/06/indexlrs.htm.

O surfista Gustavo Borges, que levou o título estadual nas categorias Mirim e Júnior .”Estou muito feliz, não sabia que tinha chances na Júnior também, não estava pensando neste título. Quero agradecer a De Lucca Surf Skateshop, Welle Fisioterapia e Pilates, Da Rocha Laboratório, Yazigi, Simões, Silverbay, Bellacqua Farmácia de Manipulação, 6Row Gestão de Carreira, psicólogo Cassiano Pires, e Nutricionista Adriano Lenz, que estão me dando todo o suporte neste ano. Dedico a eles, e minha família estes resultados”.

Outro campeão em duas categorias – Iniciantes e Grommets – foi Kaique Garcia. “Quero agradecer a minha família, meus patrocinadores a South To South, De Lucca Surf e Skateboard, Simões, Maria Parafina, Sosseg, CT Espaço Movimento, VCA Maggi, e Speed Line, além das pessoas que me mandaram pensamentos positivos e palavras de incentive, e o mar que me ajudou um pouco. Estou muito feliz, e vou focar ainda mais para o próximo ano” comentou Kaique.

Renan Borba foi o campeão da categoria Open do South To South. “Estou muito feliz, consegui este bom resultado aqui nos Molhes que é onde aprendi a surfar. Quero agradecer aos meus amigos e parceiros que fizeram este evento acontecer. É de extrema importancia iniciativas como esta para o esporte se desenvolver em nossa cidade. Todos estão de parabéns”.

O Tour Manager da LRS, Jéferson Rabassa, o Pica-Pau, destacou que o ano de 2016 para o surf no Rio Grande do Sul foi positivo. “Neste segundo ano da Copa Rio-Grandense conseguimos realizar seis etapas. Passamos por Pinhal (fevereiro), Torres (abril), Tramandaí (maio), Capão da Canoa (maio), Tramandaí (junho), e Torres (dezembro). Tivemos a participação de mais de 750 atletas divididos em dez categorias. Estes números nos trazem a segurança de estarmos trilhando o caminho certo com a Liga. Temos que agradecer a confiança e apoio de todos”.

Gustavo Canella, presidente da Associação dos Surfistas de Torres (ATS), falou sobre o empenho de todos para a realização das etapas na cidade. “Conseguimos realizar duas etapas, sendo a última sem usar recursos públicos, promovendo o esporte com o apoio de empresas locais e grandes marcas. Agradeço a quem acreditou no trabalho da Associação e esteve ao nosso lado. Projetamos para o próximo ano mais eventos e a continuação dos projetos já desenvolvidos”.

O presidente da Liga Rio-Grandense de Surf, Fernando Paraguassú, agradeceu o apoio dos atletas e marcas envolvidas nos eventos. “A união de todos os envolvidos, em um ano que tivemos eleições, crise economica e política, conseguimos realizar seis etapas. Queríamos mais, mas infelizmente não foi possível. A hora não é de lamentar, mas de agradecer a todos os envolvidos em todas as seis etapas. Ano que vem teremos mais oportunidades”, finalizou.

O Bora-Bora, em parceria com a Dado Bier, realizou na noite deste sábado uma festa de confraternização. A casa noturna ofereceu aos atletas um grande coquetel, ao som da banda Surf Trio, Felix Martins e DJ`s convidados.

A Da Terra apresentou o South To South, última etapa da Copa Rio-Grandense de Surf 2016, que contou com o patrocínio de Surfeeling, Trench Tow, Oric, Mercadão dos Óculos, Restaurante Cantinho do Pescador, Portal Hotel, R Dimer, e Volker. O apoio de APAG Incêndio, Personal Contábil, Ciawax, Praia Limpa, Surfar AST, Licenciar, Infinity Imobiliária Digital, Sagat Pub Sushi, Tools, Gobbo Pizzas, Dado Bier e Bora Bora. A realização e organização foi da Liga Rio-Grandense de Surf (LRS), e a supervisão da Associação dos Surfistas de Torres (AST) e Associação Gaúcha de Árbitros (AGA).