Comunicador Claudionei Silva

10565146_274884349379121_6170168264896787553_n1 – Com diversos anos no ar com certeza você tem boas histórias para contar. Para começarmos, poderia compartilhar conosco alguma que considera especial na sua carreira?

Na verdade, nós radialistas temos muitas histórias para contar por que vivemos muitas emoções. Todos os dias para nós é uma surpresa, mas a que mais marcou em minha vida como comunicador e radialista foi quando eu estava na Rádio Tramandaí e com a ajuda da comunidade, arrecadamos mais de quatro toneladas de alimentos, para os desabrigados no estado vizinho de Santa Catarina, depois das enchentes e destruição do furacão Catarina.

As pessoas subindo a escada da rádio e levando a sua doação, nos comovia muito. Era uma multidão de gente o dia inteiro ajudando com alimentos, água, roupas. Para mim, marcou muito e marca até hoje, a solidariedade da comunidade de Tramandaí, de Osório e do litoral todo, em estender a mão ao próximo, sem medir esforços.

 2 – Quais as rádios em que você trabalhou?

Já tive o privilégio de trabalhar na Rádio Osório, de Osório, onde tudo começou a paixão pela profissão, na área da comunicação. Depois fui para a Rádio Horizonte, de Capão da Canoa e na Rádio Tramandaí, de Tramandaí, do grupo EBS de Comunicação, onde lá fiz muitas amizades. Bem na verdade por onde passei deixei um legado de amigos e amigas que sempre acreditaram e acreditam em meu trabalho.

 3 – Como surgiu o seu interesse pelo rádio? Quando você decidiu ser radialista?

Tudo começou muito cedo, ainda quando eu era adolescente e treinava na Rádio Osório para ser operador de áudio, lá pelos anos 90. Lembro muito bem do empenho e do esforço dos operadores de áudio na época, Renato Santos, Rogério Francisco, e Marques Damazio. Fui aprendendo, adquirindo experiência e no ano de 1995 assinei minha carteira profissionalmente, como operador de áudio. A comunicação está em mim até hoje, sou muito feliz em fazer o que mais gosto: trabalhar como radialista, ajudar as pessoas e transmitir alegria a todos.

 4 – Você já trabalhou em emissoras AM e FM, qual a diferença principal no modo de trabalhar entre essas rádios?

As rádios AM têm sua programação voltada para o jornalismo, em um perfil de rádio mais centrado. Você lida com um público bem diferente que quer saber de informação, notícias em geral de diversos assuntos. Já, as rádios FM é um público que quer se divertir, mandar abraços, brincar no ar, fazer sacanagem, o comunicador faz brincadeiras com o povo, roda música, sorteia brindes… Bem na verdade as rádios FM é a estação que o povo mais ouve por que o som é estéreo e de qualidade. Pega no próprio celular, já as rádios AM não pegam. Com certeza o público do radio FM é bem diferente do publico das rádios AM .

5 – E os jovens que querem trabalho neste meio, qual o conselho?

Para os jovens que querem trabalhar na área da comunicação e quer ser um radialista, o que tenho a dizer é vá em frente, é muito bom, mas lembre-se, só fale o que você ver, não o que falarem para você, a não ser que sua fonte seja 100% confiável. O microfone ajuda e faz você ser útil ao próximo, mas se usar indevidamente, pode ser usado contra você.

6 – Atualmente você está com um programa semanal na Rádio Comunitária Momento FM. Conte um pouco sobre o Show da manhã.

O programa Show da Manhã, todos os domingos, pela rádio momento FM 98.1, a sintonia que contagia a cidade é um espaço que faltava para a comunidade de Osório e do Litoral, Via Web, na nossa pagina na internet.

É feito para brincar, se divertir e caiu no gosto do povo. Tem um perfil de programação onde o povo participa ao vivo, no ar comigo pelo telefone e na parte musical, então é o diferencial. Roda músicas da atualidade, sertanejo universitário, moda de viola, sertanejos de raiz, louvores gospel, músicas gaúchas e bandinhas, e você Rogerinho (quem realizava a entrevista) que é fã de bandinhas tem ouvido o programa, sabe do sucesso que o show da manhã está fazendo aos domingos.

Como eu sempre falo na momento FM, com Claudionei Silva na comunicação, não tem tristeza não, é só alegria, é só emoção .

 7 – Deixe um recado final.

Bem, por último, quero agradecer ao amigo Rogério Reinheimer Bernardes pela oportunidade de mais uma vez poder falar sobre a área da comunicação e dizer que o Portal Litoralmania tem sido parceiro deste comunicador pelas rádios onde trabalhei e atualmente estou trabalhando. Informando o meu público e meus ouvintes com belíssimo trabalho que você faz trazendo sempre as notícias atualizadas.

Quero deixar um abraço a todos e dizer, valorize o trabalho do Portal Litoralmania, este site que é nosso, é da nossa terra, é de Osório, a capital dos ventos, assim conhecida. Eu, comunicador Claudionei Silva, da Rádio Momento FM quero parabenizar a toda a equipe do Litoralmania e convidar a todos para ouvir nosso programa Show da Manhã, das 9h às 13h.