Litoralmania

Sequestro de menina em Capão: acusado é denunciado por estupro de criança, pedofilia e tráfico de drogas

Marco Aurélio Bitencourt de Souza, 42 anos.

Nesta quarta-feira, 24, o Ministério Público em Capão da Canoa denunciou , pelo estupro de uma menina de cinco anos, ocorrido no dia 8 de fevereiro deste ano. Ele também deverá responder por filmar e registrar, com o celular, cena de sexo oral praticado com a vítima. A inicial, assinada pelo Promotor de Justiça em substituição Mateus Stoquetti de Abreu, também retrata que o denunciado cometeu o crime de tráfico de drogas, já que foram encontrados na casa dele sete porções de crack e quatro de cocaína, prontas para a venda.

Conforme as investigações, no período compreendido entre 17h40 e 24h do dia 8 de fevereiro, Marco Aurélio Bitencourt, de forma continuada e reiterada contra uma menina de cinco anos, praticou conjunção carnal e atos libidinosos. Ao avistar a menina andando próximo da casa onde mora, ele colocou-a na sua bicicleta e a conduziu até sua residência. Durante todo o tempo, ele ofendeu a vítima com tapas no rosto e a ameaçou de agressão e morte (também de sua mãe), causando-lhe lesões na pálpebra e na lateral esquerda da cabeça.

Ao final da noite, uma testemunha ingressou na residência e encontrou Marco Aurélio e a vítima dormindo numa cama, sem roupas. O cidadão acordou a menina, pediu para que ela se vestisse e a colocou no seu veículo, deixando-a nas proximidades do local em que havia sido abordada pelo denunciado. A vítima foi encontrada por moradores e encaminhada à Delegacia de Polícia de Capão da Canoa.

Marco Aurélio foi preso em flagrante no dia seguinte e desde lá está recolhido na Penitenciária Modulada de Osório.

MP RS

Sair da versão mobile