Capão da Canoa: condenado traficante que matou um adolescente e deixou mulher paraplégica

42802_260_260__nttEm sessão do Tribunal do Júri de Capão da Canoa ocorrida na quinta-feira, 13, foi condenado a 23 anos e dois meses em regime fechado o traficante Everson Feliciano de Lima, 31 anos. Ele foi denunciado pela morte de Felipe Leal Machado, à época com 15 anos, e pela tentativa de homicídio contra Viviane de Oliveira da Silva, hoje com 28 anos. A acusação ficou a cargo do promotor de Justiça Sávio Vaz Fagundes.

O crime ocorreu em 12 de junho de 2011, um domingo. Por volta das 20h, o réu entrou em um bar, anexo a uma casa no Bairro Novo Horizonte, de Capão da Canoa, e disparou diversas vezes contra o adolescente, que tentou se refugiar dentro da residência. Felipe foi atingido na nuca e nas nádegas e morreu no local. Um dos tiros acertou Viviane, filha do dono do bar, que estava grávida. Ela foi socorrida a tempo, mas ficou paraplégica.

O corpo de jurados acatou a tese do MP e condenou o traficante a 16 anos e seis meses pelo homicídio qualificado (recurso que impossibilitou defesa da vitima) e pela tentativa de homicídio simples (por erro na execução). Ele estava preso preventivamente desde junho de 2014 e não poderá recorrer em liberdade.

MP RS

aniversario_promocao_noticia2