Boxeador marroquino é preso suspeito de estuprar camareiras na Vila Olímpica

dssdaO atleta marroquino de boxe Hassan Saada foi preso na manhã de hoje (5), suspeito de estuprar, no último dia 3, duas camareiras brasileiras que trabalham na Vila dos Atletas. O mandado de prisão temporária de 15 dias foi expedido pelo Juizado do Torcedor e dos Grandes Eventos, a pedido do delegado Eduardo Ozório.

O marroquino foi preso na própria Vila dos Atletas e encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil do Recreio dos Bandeirantes (42ª DP). Saada tem 22 anos e está inscrito para competir na categoria meio-pesado (até 81 quilos). Sua luta está marcada para amanhã (6), às 12h30, contra o atleta turco Nadir Mehmet Unal, no Pavilhão 6 do Riocentro.

O Comitê Organizador Rio 2016 informou que está ciente do caso e vai colaborar com a investigação policial.