Balneário Pinhal forma mais um grupo de mulheres na construção civil

20/09/2015

upload_20150919142726balneario_pinhalA segunda turma do projeto Construindo Cidadania com Autonomia concluiu, nessa sexta-feira (18), o curso de construção civil. Treze mulheres receberam seus diplomas e o capacete profissional em solenidade de formatura no galpão crioulo da Escola Municipal de Ensino Fundamental Barão, no distrito de Túnel Verde, no município de Balneário Pinhal.

O secretário da Justiça e dos Direitos Humanos, Cesar Faccioli, e a assessora do Departamento de Políticas para as Mulheres, Rosângela Garcia, participaram da solenidade em companhia do prefeito Luiz Carlos Palharim.

As novas profissionais estão prontas para o mercado de trabalho e aptas para  colocação de tijolos, feitura de reboco e assentamentos de pisos e cerâmicas, entre outras atividades. O grupo, inicialmente de 15 mulheres em situação de vulnerabilidade (duas já estão no mercado de trabalho), resolveu aprender e apostar em uma nova vida. Durante o aprendizado, as participantes iniciaram a construção de um galpão comunitário com espaço para uma cozinha e oficina de artesanato, como explica a diretora do Departamento de Mulheres e Direitos Humanos do Balneário Pinhal, Telma Cordeiro.

Cozinha e artesanato

Antes da formatura, as mulheres entregaram à comunidade parte da obra iniciada há seis meses. Faccioli, o prefeito Palharim e a assessora Rosângela Garcia descerraram uma placa com o do nome de cada uma das que ajudaram na construção. O local abrigará uma cozinha comunitária e um salão para aulas de artesanato, que está sendo construído ao lado do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS).

Faccioli disse às formandas que sente orgulho ao se ver à frente de mulheres que não desistiram, foram à luta e se decidiram por um futuro diferente daquele que a vida tinha reservado a cada uma. “Buscaram sua autonomia financeira e emancipação”, afirmou. Ressaltou que o programa de política pública para as mulheres do governo do Estado visa não só à proteção, mas também a estimular o empoderamento das mulheres vítimas de violência ou em vulnerabilidade social.

Referência  

Rosângela Garcia disse que o projeto é citado em eventos em outros municípios como referência em políticas públicas para mulheres. Para o prefeito Palharim, o programa Construindo Cidadania com Autonomia “é uma prova de que estamos no caminho certo”.

O curso de construção civil de Balneário Pinhal foi ministrado pela ONG Mulheres em Construção. Obras como a recuperação do estádio Beira-Rio e a construção do aeroporto de Jaguarão contaram com o trabalho de mulheres capacitadas na primeira etapa do projeto. Além da oficina gratuita, as participantes recebem alimentação e transporte. O governo é parceiro do projeto com repasse de recursos.