Articulada liberação da pesca do camarão

29/12/2016
Foto: Talis Ramon

Foto: Talis Ramon

Uma reunião convocada pelo prefeito Pierre Emerim avançou a tratativa para liberação da pesca do camarão no Estuário que banha os municípios de Imbé e Tramandaí. O encontro ocorreu na terça-feira (27) e contou com a presença do responsável pela Secretaria de Meio Ambiente e Pesca (SEMMAP), Pedro Terra Leite, e do vereador eleito Marcelino Teixeira, o Catarina (PMDB), além de representantes das colônias de pescadores Z-39, de Imbé, e Z-40, de Tramandaí, e do Sindicato dos Pescadores de Tramandaí.

Através de uma articulação do prefeito de Imbé junto aos representantes das categorias e ao prefeito eleito de Tramandaí, Luiz Carlos Gauto, ficou acertada a divisão de custos para contratação de um profissional que realizará a coleta e a medição de uma amostragem de camarão, que não deverá ser inferior a 9 centímetros. Para concretização do estudo cientifico, cada município desembolsará 25% do custo do estudo, enquanto a outra metade será dividida igualmente entre colônias e sindicato. Os trabalhos deverão ser iniciados nesta quarta-feira (28).

Segundo Pierre, trata-se de uma ação em defesa da classe. “O pescador local já tem dificuldade na pesca do bagre, que está proibida e causando dor de cabeça aos profissionais que têm nesta espécie uma das principais fontes de sustento”, argumentou o prefeito. “Com a liberação da pesca do camarão de forma antecipada, os pescadores poderão ampliar sua renda nesta virada de ano e entrar 2017 com um prejuízo menor do que o que vinham tendo”, concluiu.

Para que ocorra a liberação, o laudo que será elaborado pelo profissional contratado deverá passar pela aprovação do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA), que expedirá um documento autorizando a pesca da espécie até o início do período de defeso, que deve ocorrer no mês de junho.